A Jornada do Rinoceronte

Obra: A Jornada do Rinoceronte
Autor: Érico Hiller
Ano de publicação: 2016

 

Detalhes da tradução:

Trabalhar com o texto de A Jornada do Rinoceronte representou uma mudança significativa no meu esquema de trabalho. Geralmente os livros que eu traduzo são obras de ficção, e a tradução é feita do inglês para o português. Nesse caso, as duas situações se inverteram: a tarefa proposta era verter o texto do Érico para o inglês, já que o livro seria uma publicação internacional. E as situações retratadas na obra mostram um pouco da realidade alarmante em que se encontram os rinocerontes na África e na Ásia.

Um livro sobre rinocerontes? Sim, mas não é apenas isso. Além de retratar alguns indivíduos da espécie, o livro também traz uma forte crítica à ganância e à insensatez do ser humano. No decorrer da leitura, percebemos que a obra também fala muito sobre a condição humana, sobre a pobreza extrema de indivíduos e comunidades que veem na caça ilegal e na venda dos chifres uma maneira de sair quase instantaneamente da miséria em que vivem.

Para conhecer um pouco mais do trabalho do Érico, é só conferir o site dele: http://www.ericohiller.com.br/.

 

Sinopse oficial:

“A cada oito horas um rinoceronte é morto em algum lugar. Armas com silenciadores chegam às mãos de pessoas que sempre levaram uma vida de pobreza em lugares como o oeste de Moçambique ou o nordeste da Índia. Quadrilhas nascem do dia para a noite. Guardas-florestais corruptos fazem vista grossa em troca de uma comissão do dinheiro do chifre ou indicam o local em que viram um rinoceronte dentro de algum parque ou reserva florestal. Um rinoceronte é baleado de noite e, na tarde do dia seguinte, o chifre já está sendo despachado em algum navio para a Ásia. É hoje a substância ilegal mais cara do mundo. Com tamanho terror rondando os países que ainda abrigam rinocerontes, sobretudo na África, conheci conservacionistas dispostos a lutar como soldados. O futuro desse majestoso animal está nas mãos deles. E espero que o livro que produzi sobre essa longa história, A Jornada do Rinoceronte, seja mais um passo para evitar uma tragédia em curso” – Érico Hiller.

Comentários estão fechados