Não Sou Um Anjo

Capa Nao Sou Um AnjoObra: Não Sou Um Anjo
Título originalNo Angel
Autor: Tom Bowyer
Cliente: Editora Novo Conceito
Ano de publicação: 2011

 

Detalhes da tradução:

Minha primeira experiência com biografias, e, logo de cara, gostei da proposta de trabalhar com a história do Bernie Ecclestone, já que sou um fã ocasional da Fórmula 1. Por um lado, foi muito interessante conhecer a história de um dos maiores pilantras do mundo empresarial de hoje (e isso não é apenas uma opinião minha; quem leu Não Sou Um Anjo e já acompanha a Fórmula 1 há algum tempo sabe que “pilantra” é uma palavra bem adequada para descrever o caráter do sr. Ecclestone). A parte que mais gostei na obra foram os primeiros capítulos, que falam sobre as origens e a história de vida do Bernie Ecclestone, e também dos anos em que, começando como um simples chefe de equipe, ele conseguiu profissionalizar o esporte e transformá-lo num sucesso comercial — e ganhando rios e rios de dinheiro com isso.

 

Sinopse oficial:

Bernie Ecclestone — empresário de sucesso, bilionário dos esportes, não é um anjo. Neste livro ele revela os segredos da sua escalada em direção ao topo.

Nascido em uma família pobre, Bernie Ecclestone fez sua fortuna ao mesmo tempo que desenvolveu o segundo esporte mais popular do mundo — a Fórmula 1. Reservado, misterioso, e, de acordo com alguns, sinistro, o empresário de oitenta anos de idade cruza o planeta em seu jato particular, ao lado de celebridades, políticos e heróis do esporte. Seu sucesso não ocorreu apenas com a criação de um negócio global que vale bilhões de libras, mas também por resistir a várias tentativas de ter seu tesouro roubado de suas mãos.

Ecclestone nunca revelou ao público como passou de vendedor de carros usados na famosa rua Warren, em Londres, para se tornar o grande empresário que é hoje. Mas ele finalmente decidiu contar a história da sua vida: as negociações, os casamentos, os desastres e os sucessos nas pistas de corridas, na Downing Street (o centro de poder político do Reino Unido), nos cassinos, nos iates e no ar.

Comentários estão fechados