Ruínas do Tempo

Capa Ruinas do TempoObra: Ruínas do Tempo
Título originalBeautiful Ruins
Autor: Jess Walter
Cliente: Verus Editora
Ano de publicação: 2013

 

Detalhes da tradução:

Ruínas do Tempo é um livro difícil de definir, mas, provavelmente, é um dos mais interessantes que já traduzi nos últimos tempos. O livro não tem um “protagonista” bem definido; na verdade, vai contando as histórias de várias pessoas, que estão entrelaçadas através dos anos em uma narrativa que começa na década de 1960 e termina nos dias atuais. Outra faceta intrigante da obra é que cada um dos capítulos é escrito com um estilo diferente; alguns são narrativos, outros estão no formato de roteiros de peça de teatro, roteiro de filme, capítulo da biografia de um dos personagens e até mesmo um “livro dentro do livro”.

 

Sinopse oficial:

Ano de 1962. Em um trecho rochoso do litoral italiano, um jovem dono de hotel olha para as águas incandescentes do mar da Ligúria e vê uma aparição: uma bela mulher se aproximando em um barco. Ele então descobre que se trata de uma atriz, uma estrela americana, e que ela está morrendo. A história dá um salto e recomeça nos dias atuais, a meio mundo de distância, quando um idoso italiano aparece em um estúdio de cinema procurando pela misteriosa mulher que ele viu pela última vez em seu hotel décadas atrás.

O que se desenrola a partir daí é um romance deslumbrante e profundamente humano, que abrange cinquenta anos e algumas vidas. Da filmagem de Cleópatra à agitação do Edinburgh Fringe Festival, o autor nos apresenta um emaranhado de vidas de uma dúzia de personagens inesquecíveis: o apaixonado dono de hotel italiano e seu amor desaparecido; o conservado produtor que outrora conseguiu juntá-los e sua jovem e idealista assistente; o veterano do exército que se tornou escritor e o libertino Richard Burton, cujas vontades são responsáveis pelo desenrolar de toda a narrativa — ao lado dos amantes e sonhadores, celebridades e perdedores que povoam o mundo nas décadas que se seguem.

Gloriosamente inventivo e sempre surpreendente, Ruínas do tempo é uma história de pessoas imperfeitas mas fascinantes, navegando nas costas rochosas da vida, enquanto se apegam a sonhos improváveis.

Comentários estão fechados