Sem Causar Mal

Obra: Sem Causar Mal
Título originalDo No Harm
Autor: Dr. Henry Marsh
Cliente: nVersos Editora
Ano de publicação: 2016

 

Detalhes da tradução:

Uma das coisas mais interessantes de encarar um texto de não-ficção é a enorme liberdade que o tradutor tem para trabalhar com a linguagem do texto. E, quando o livro em questão é uma coleção de experiências profissionais e de vida de um neurocirurgião britânico renomado.

A princípio, pode-se pensar que o livro é um apanhado de experiências na sala de cirurgia — e essa impressão realmente fica mais forte após olhar a lista dos capítulos, que têm nomes como Pineocitoma, Aneurisma, Hemangioblastoma, Astrocitoma, entre outros. Entretanto, mais do que simplesmente relatar as cirurgias que fez e os problemas que tratou, o dr. Henry Marsh fala sobre pessoas. Por trás de cada tumor, de cada cirurgia, de cada sucesso e cada fracasso, existe um ser humano que tem sentimentos, ambições, medos, vontades e sonhos.

E o bom doutor não se limita apenas a falar dos seus sucessos (que foram muitos); entre os relatos do livro, ele descreve alguns fracassos que o abalaram profundamente, fazendo com que o leitor perceba que por trás do avental e da máscara cirúrgica também há um ser humano que, assim como seus pacientes, tem sentimentos, ambições, medos, vontades e sonhos.

 

Sinopse oficial:

Como é ser um neurocirurgião? Qual a sensação de ter a vida de outra pessoa em suas mãos, de fazer incisões no órgão que cria nossos pensamentos e sentimentos, nossa razão? Como viver com as consequências de uma cirurgia malsucedida que poderia salva r uma vida? São essas e outras indagações que conduzem o livro Sem Causar Mal — Histórias de Vida, Morte e Neurocirurgia, aclamado como um dos melhores lançamentos literários de 2014 por The New York Times, Financial Times, Washington Post e The Economist. Um relato forte e brutalmente honesto de Henry Marsh, experiente profissional inglês que diariamente toma decisões angustiantes sob uma atmosfera de total urgência e incerteza.

No campo da neurocirurgia, mais do que em qualquer outro ramo da medicina, o juramento hipocrático de “nunca causar mal a ninguém” carrega uma amarga ironia — o livro oblitera qualquer noção que considere a neurocirurgia um ofício sofisticado praticado por médicos frios. Com compaixão e candura impressionantes, Dr. Marsh revela sua felicidade ardente em operar, os triunfos comoventes, os devastadores desastres, os arrependimentos amargos e momentos de humor negro que caracterizam a vida de um neurocirurgião. Passando em revista sua longa carreira, Dr. Marsh descreve o tipo de profissional que era: orgulhoso, ousado, mas também imprudente.

Comentários estão fechados