Um Conto do Destino

Obra: Um Conto do DestinoCapa Conto do Destino
Título originalWinter’s Tale
Autor: Mark Helprin
Cliente: Editora Novo Conceito
Ano de publicação: 2014

 

Detalhes da tradução:

Um Conto do Destino foi um daqueles trabalhos avassaladores. Um livro enorme (750 páginas no original), um prazo curto (pouco mais de 5 semanas) e uma pauleira do começo ao fim. E tudo isso para trazer ao mercado brasileiro e aos leitores uma saga que envolve vários protagonistas e que se passa em dois momentos diferentes (a Nova York do final do século 19 e a mesma cidade, quase cem anos depois).

Publicado originalmente em 1983, Um Conto do Destino chega às livrarias praticamente junto com a sua versão cinematográfica, estrelada por Colin Farrell, Russel Crowe, Jessica Brown Findlay e William Hurt e dirigido por Akiva Goldsman, que ganhou o Oscar de Melhor Roteiro Adaptado pelo filme Uma Mente Brilhante. Embora o filme tenha uma produção muito bem cuidada, é impossível colocar toda a história descrita no livro nas duas horas e meia que o filme tem à disposição; assim, quem quiser saber mais sobre os outros personagens que compõem o universo e a narrativa de Um Conto do Destino vai encontrar uma quantidade de material e conteúdo muito maior na versão literária da história (e algumas diferenças em relação ao filme, claro, como sempre acontece).

Para ver o trailer oficial do filme, clique aqui.

 

Sinopse oficial:

É possível amar alguém tão plenamente que a pessoa não pode morrer? Entre o amor e o destino, entre a luz e a escuridão, milagres podem acontecer!

Em uma noite especialmente fria, o exímio mecânico – e larápio – Peter Lake consegue invadir uma mansão do Upper West Side que mais parece uma fortaleza. Ele pensa que não há ninguém em casa, mas a filha do dono o surpreende em plena ação. Assim começa o romance entre o ladrão de meia-idade e Beverly Penn, uma jovem que tem pouco tempo de vida. O amor que os une é tão poderoso que levará Peter Lake, um homem simples e sem instrução, a desejar parar o tempo e trazer os mortos de volta.

Surpreendente e intenso, UM CONTO DO DESTINO nos transporta do século 19 ao final do século 20, na virada do milênio. Os personagens se encontram e se perdem ao sabor do destino, que insiste em brincar com aqueles que encontra pelo caminho. Uma pintura mágica da beleza e do amor, sobre a morte que desafia e sobre a vida que se afirma sobre ela.

Comentários estão fechados